**BLOG**

;

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Me Perdoe.


Me perdoe, por um ato insensato numa hora insana.
Me perdoe, por te amar demais, mais do que a mim mesma.
Me perdoe, pelas palavras mal colocadas na hora errada.
Me perdoe, pelo meu silêncio, pois é de vergonha do que foi dito na hora incerta.
Me perdoe, por ter te magoado e me magoado por coisas tão banais.
Me perdoe, por cobrar de ti aquilo que não quero pra mim.
Me perdoe, pelo tempo que ocupei na sua vida causando-lhe mais problemas.
Me perdoe, se não soube compreender os seus problemas, quando não consigo resolver nem os meus.
Me perdoe, se agora quero redimir-me do meu erro e não sei nem por onde começar ou até mesmo terminar.
Me perdoe, pelos momentos bons e ruins que juntos passamos e que agora, só ficam lembranças.
Me perdoe, se agora não posso te ouvir nem me justificar.
Me perdoe, se fui egoísta de te cobrar coisas que você não me prometeu.
Me perdoe, de querer-te tanto e saber que você não é meu.
Me perdoe, de você achar que seria seu porto seguro e eu achar que você seria o meu.
Me perdoe, até a eternidade, porque quando a sua hora chegar, será em meus braços que te receberei e te conduzirei ao caminho da imortalidade.
Me perdoe, de não pedir mais uma oportunidade, pois já não sei se sou digna de merecê-la.
Me perdoe, me perdoe, me perdoe!!! É só o que posso pedir com grandeza e humildade.

Autora: Rosane Abrantes.

Nenhum comentário: